| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

JORNAL DA TV
Desde: 01/04/2001      Publicadas: 38      Atualização: 25/04/2001

Capa |  ARTES & ESPETÁCULOS  |  ASTROS & ESTRELAS  |  AUDIÊNCIA  |  CONTROLE REMOTO  |  CRÍTICA  |  ENTREVISTAS  |  EXPEDIENTE  |  FOFOCAS  |  NOTICIÁRIO  |  NOVELAS  |  PÁGINA DO LEITOR  |  PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA  |  PROGRAMACÃO DA TV  |  TELENOTÍCIAS


 CONTROLE REMOTO
  04/04/2001
  0 comentário(s)


FABIANA SABA: SAIBA UM POUCO MAIS DA VIDA DESSA APRESENTADORA
A comandante do "Interligado" da Rede TV! conta um pouco de sua vida e do seu trabalho
FABIANA SABA: SAIBA UM POUCO MAIS DA VIDA DESSA APRESENTADORA"Pode até parecer frase pronta, mas sempre quis fazer um programa em que pudesse conhecer pessoas, dar minha opinião e saber o que sente alguém que está lá do outro lado da telinha. Por isso, para mim, o Interligado foi uma oportunidade única e um grande presente pra quem está começando. Meu sonho de fazer TV vem desde cedo, muito antes de virar modelo. Desde criança, quis seguir carreira artística. Estudei balé e sapateado. Quando era pequena, dava uma de repórter e gravava entrevistas com meus avôs. Vaidosa, pedia - ou melhor, obrigava - os meus irmãos a gravar em vídeo minhas apresentações e shows caseiros. Aos 12 anos, botei na cabeça que seria paquita da Xuxa. Um ano antes, havia feito um curso de passarela. Apesar de alta e magra, aos 11 anos ainda era meio desajeitada e espalhafatosa. O sonho de ser paquita da Xuxa acabou porque minha mãe achava que eu era muito nova. Mas eu não desisti. Aos 13 anos, comecei a querer ser capa da revista Capricho. Cheguei a comentar meu sonho na escola. Riram de mim. Faziam piadinhas por eu ser magrela, usar aparelho nos dentes e disfarças as perninhas 'varetas' com roupas de inverno (mesmo durante o verão). Meus pais, no entanto, acreditaram em mim e ligaram para a revista, conseguiram o telefone de um fotógrafo e me presentearam com um book. O próprio fotógrafo me sugeriu ligar na agência e falou de mim para a editora da Capricho. O dono da agência acabou se tornando um dos meus melhores amigos. A indicação do fotógrafo também me ajudou. Em pouco tempo consegui fazer minha primeira matéria na Capricho. Adivinha qual era o tema? Aparelho nos dentes, o mesmo motivo das piadinhas do pessoal da escola. Aos 15 anos, acabei me livrando do motivo de minha primeira aparição na Capricho e muitas oportunidades foram surgindo. Fiz diversas campanhas publicitárias, editoriais e capas de revistas e muitos desfiles. Graças à moda, estive em Nova York, Japão, Paris e Milão e não parei mais... Era muito trabalho. Na telinha da TV, acabei fazendo uma participação especial em um seriado francês para adolescentes. Fiz até um teste para um filme em Hollywood. Foi uma época muito legal. Um dos últimos trabalhos brasileiros que fiz foi o comercial do gol, em que eu aparecia com tarjas negras e um editorial para a seção The Girl do portal Terra, na Internet. Sentia vontade de ficar mais no Brasil, próxima às pessoas queridas de quem havia me afastado devido ao ritmo maluco da minha profissão. Era hora de voltar a sonhar com a TV. Foi quando surgiu a oportunidade de um teste aqui no Interligado. Como você já sabe, deu certo! Tenho bastante a agradecer a muita, muita gente. Não daria para dar nomes a todos aqui. Por isso, não vou ser injusta em citar apenas alguns. Em especial, quero lembrar a união, o carinho e a confiança que minha família sempre depositou em mim. Agradeço muito a Deus e a você, que tem me recebido com tanto carinho aí na sua telinha



  Mais notícias da seção BOCA NO TROMBONE no caderno CONTROLE REMOTO
09/04/2001 - BOCA NO TROMBONE - NOVO PROGRAMA ESTREOU ESSA SEMANA
Produzido por quatro TVs universitárias, programa aborda assuntos de interesse geral...



Capa |  ARTES & ESPETÁCULOS  |  ASTROS & ESTRELAS  |  AUDIÊNCIA  |  CONTROLE REMOTO  |  CRÍTICA  |  ENTREVISTAS  |  EXPEDIENTE  |  FOFOCAS  |  NOTICIÁRIO  |  NOVELAS  |  PÁGINA DO LEITOR  |  PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA  |  PROGRAMACÃO DA TV  |  TELENOTÍCIAS
Busca em

  
38 Notícias